Artigos

Unimed Cuiabá recebe selo Floresta Viva pela segunda vez

Pela segunda vez consecutiva, a Unimed Cuiabá foi uma das 19 empresas que receberam o selo “Floresta Viva – Carbono Neutro”, em reconhecimento aos resultados positivos da neutralização de emissão de gases de efeito estufa. A cerimônia de entrega ocorreu ontem (20) à noite, no auditório da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt).

Na abertura do evento, o superintendente do Instituto Ação Verde, Paulo Henrique Borges, apresentou a Plataforma de Negócios de Bens e Serviços ambientais e ecossistêmicos 2012, e também o resultado parcial do inventário de emissões de gases de efeito estufa da Copa Verde. “O instituto é uma organização não-governamental do setor produtivo do Estado e é um exemplo de ação concreta que visa a preservação do meio ambiente”.

“Entendemos que a participação da Unimed Cuiabá nesta iniciativa visa a conservação do meio ambiente para as gerações futuras”, afirmou o presidente da Cooperativa, João Bosco de Almeida Duarte. Segundo o diretor executivo da Singular e vice-presidente do Programa de Ação Social da Unimed Cuiabá (PróUnim), Paulo Brustolin, este ano foram plantadas mais de três mil mudas de árvores. Nos dois anos de participação no projeto Verde Rio, já são cerca de sete mil mudas.

“A homenagem certifica o trabalho desenvolvido pela Cooperativa no sentido de contribuir com a redução do gás carbônico na atmosfera e, assim, proporcionar mais qualidade de vida”.

Durante a cerimônia foram apresentadas ações que serão desenvolvidas durante o projeto Copa Verde, uma iniciativa pioneira, já que Cuiabá será a primeira cidade sede da Copa de 2014 a desenvolver um projeto de neutralização dos gases de efeito estufa emitidos durante a construção da Arena Pantanal.

A comunidade de Barranco Alto, localizada no município de Santo Antonio do Leverger, também foi umas das homenageadas, pois é pioneira na adesão ao projeto de recuperação de áreas de preservação permanente degradada. Mais de 100 mil mudas já foram plantadas em pequenas propriedades com objetivo de garantir o reflorestamento das margens do rio Cuiabá e conter o assoreamento ou mesmo a erosão.

O evento contou ainda com jantar de homenagem e o lançamento do livro “Arquitetura Florestal”, de autoria do engenheiro florestal, pesquisador e Mestre em estudos ambientais, Éderson Augusto Zanetti.

Empresas e Instituições homenageadas - Unimed Cuiabá, Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), Ministério Público, Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Sindicato Rural de Cáceres, Secretaria Extraordinária para Assuntos da Copa do Mundo (Secopa), Banco Sicredi, Agro Amazônia, Gráfica Atalaia, Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado (Cipem), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Sindicato de Construção, Transmissão, Geração e Distribuição de Energia e Gás Natural de Mato Grosso (Sindienergia), Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras (Sindalcool), Serviço Social da Indústria (Sesi-MT) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MT).